Gestão de pessoas e o diferencial das organizações

Por Dalton Locatelli

image

Investir em uma gestão eficaz de capital humano deixou apenas de ser só mais uma das ações que as áreas de marketing promovem para dar visibilidade ao padrão “sustentável” das marcas, mas sim a estratégia de diferenciação para o crescimento dos negócios.

Quem já percebeu o potencial de estimular qualidade de vida no trabalho como diferencial de crescimento tem alcançado resultados incríveis. Exemplo disso, é a própria Microsoft que ao testar no Japão no mês de agosto a semana de trabalho de 4 dias, com reuniões de no máximo 30 minutos de duração, viu sua produtividade subir em 40%, além de baixar os custos da empresa no país em 23% no consumo de eletricidade e 59% no número de páginas impressas em comparação com agosto de 2018.

A relação entre satisfação e produtividade é clara por isso investimentos em gestão de pessoas, jornadas de trabalho horários flexíveis e investimentos em saúde física e mental dos profissionais têm se feito tão necessários. A HLB International, por exemplo, lançou em sua convenção global em outubro de 2019 os pilares de sua estratégia de crescimento para 2023 e o principal deles é a retenção de talentos. Afinal, em um mercado B2B o capital humano é o fator decisivo de competitividade.

Cuidar da saúde das pessoas não é somente uma obrigação das empresas, mas sim realmente um diferencial de mercado. Na HLB Brasil, além de investirmos nos benefícios para a saúde física dos profissionais, como convênio para uso de academias, consultório médico na unidade de São Paulo, ginástica Laboral, distribuição de frutas entre outras ações, atuamos para estimular a saúde mental deles, com a contratação de um psicólogo em nossa unidade, um convenio de apoio psicológico, jurídico, financeiro e social por telefone além de um canal de ouvidoria externo para os nossos profissionais com um atendimento feito por psicólogos. E, estes fatores foram decisivos para que a organização alcançasse uma marca de crescimento contínuo nos últimos cinco anos e tivesse profissionais motivados a desenvolverem novas linhas de serviço para a companhia.

Certa vez vi um business case de uma grande empresa que só conseguiu fazer com o que seu planejamento estratégico rendesse bons resultados após envolver o propósito de sua proposta de crescimento junto com todos os seus colaboradores. Satisfação dos profissionais diminui o absenteísmo nas organizações, gera maior produtividade e sobretudo maior criatividade. Cuidar dos profissionais é fator sim de sustentabilidade e diferencial de mercado para qualquer organização.

Dalton Locatelli é CEO da HLB Brasil

Entre em contato!

Qualquer dúvida, estamos à disposição para ajudá-lo.

Contate-nos
Entre em contato
x
x

Share to:

Copy link:

Copied to clipboard Copy