Receita Federal: novo serviço de compartilhamento de dados

Por HLB Brasil

image

Em meio a muitas novidades, a Receita Federal divulgou o lançamento da primeira fase de implantação do novo sistema em que empresas e pessoas físicas poderão compartilhar seus dados, de forma rápida, fácil e segura para agilizar operações como financiamento ou empréstimos.

De acordo com informações divulgadas pela Receita, o objetivo do sistema é facilitar o acesso a serviços que precisam de comprovação de informações cadastrais e econômico-fiscais. O usuário que se cadastrar ao sistema terá controle sobre o compartilhamento dos dados, como envio, gerenciamento de quem recebe e por quanto tempo poderão ser acessados.

O fisco garante que a funcionalidade também beneficiará o lado de quem recebe essas informações ao garantir agilidade e confiabilidade no envio dos dados.

De acordo com o Coordenador-Geral de Tecnologia e Segurança da Informação da Receita Federal, Felipe Mendes Moraes, o sistema está sendo desenvolvido para melhorar alguns aspectos do processo.

“Hoje, o contribuinte que precisa comprovar uma informação fiscal para obter um serviço no mercado tem que procurar a Receita, gravar ou imprimir a cópia de uma ou mais declarações e levá-las até a instituição que exige a informação. Com esse novo sistema, o cidadão ou empresário poderá compartilhar estas mesmas informações de forma instantânea, bastando alguns poucos cliques”, explica Moraes.

Como solicitar?

Empresas interessadas em receber os dados, já podem solicitar o serviço através do site do Serpro e cadastrar suas informações, encontrando os seguintes serviços disponíveis:

  • Consulta Renda – o usuário recebe informações de renda e o patrimônio declarados por pessoas físicas;
  • Consulta Restituição IRPF – possibilita receber informações sobre a restituição de imposto de renda das pessoas físicas;
  • Consulta Faturamento – pode receber informações sobre faturamento de pessoas jurídicas.

A previsão é que a funcionalidade esteja acessível a partir do início de junho. Os interessados também devem ficar atentos a segunda fase de implantação que deve seguir com a liberação do serviço de compartilhamento as empresas e pessoas físicas que se cadastraram.

Fonte Receita Federal

Entre em contato!

Qualquer dúvida, estamos à disposição para ajudá-lo.

Contate-nos
x
x

Share to:

Copy link:

Copied to clipboard Copy