Câmara dos Deputados aprova nova regulamentação para compensações tributárias

HLB BrazilNota

Nos últimos dias, a Câmara dos Deputados aprovou uma nova regulamentação para compensações tributárias. Esta medida, que redefine os parâmetros para o pagamento de compensações tributárias, representa um marco importante na luta contra a sonegação fiscal e na busca por uma arrecadação mais justa e eficiente.
Aprovada por meio de medida provisória, a nova regulamentação estabelece critérios claros para o reembolso de empresas após disputas judiciais com o governo. Uma das mudanças mais significativas, é a definição de prazos e limites para a compensação de créditos tributários.
Agora, créditos de até R$ 10 milhões serão compensados de forma imediata, enquanto valores entre R$ 10 milhões e R$ 100 milhões poderão ser parcelados em até 12 meses. Para créditos acima de R$ 100 milhões, o parcelamento poderá se estender por até 60 meses.
Essa nova abordagem visa não apenas aprimorar a eficiência do sistema tributário, mas também a garantir uma arrecadação mais estável e previsível para o governo. Segundo estimativas da Receita Federal, essa limitação resultará em um ganho significativo para os cofres públicos, com um montante estimado em R$ 20 bilhões.
O contexto por trás dessa medida revela uma preocupação crescente com o impacto negativo sobre a arrecadação federal causado pelas compensações tributárias concedidas de forma indiscriminada. O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, foi um dos principais defensores dessa nova regulamentação, destacando a importância de equilibrar as contas públicas e combater práticas de evasão fiscal.
Inicialmente, a medida provisória também contemplava outras disposições, como a reoneração da folha de pagamentos e o encerramento do Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (Perse). No entanto, esses pontos foram excluídos durante o processo de análise na comissão mista, em um acordo entre os parlamentares e o governo.
O próximo passo para essa medida é sua apreciação pelo Senado Federal, onde será submetida a novos debates e análises.

Fonte:
https://www.contabeis.com.br/noticias/65051/camara-aprova-limite-a-compensacoes-tributarias-para-empresas/
https://www.camara.leg.br/noticias/1059462-camara-aprova-medida-provisoria-que-limita-compensacao-de-creditos-de-tributos-federais#:~:text=A%20C%C3%A2mara%20dos%20Deputados%20aprovou,mat%C3%A9ria%20ser%C3%A1%20enviada%20ao%20Senado.
.

Desoneração da folha é suspensa

HLB BrazilNota

Desoneração-folha-pagamento

A desoneração da folha de pagamento, medida que beneficia 17 setores da economia e municípios, está agora suspensa até uma decisão definitiva do Supremo Tribunal Federal (STF).

Obrigações Acessórias: Receita Federal disponibilizou a agenda tributária de maio/2024

HLB BrazilNota

Para que os contribuintes possam se organizar e manter suas obrigações fiscais em dia, é importante conferir os prazos das obrigações acessórias e contábeis. A agenda tributária divulgada pela Receita Federal contém informações sobre as obrigações fiscais do mês de maio de 2024, incluindo datas de vencimento e período de apuração correspondente a cada obrigação.

Câmara dos Deputados aprova projeto de lei complementar para flexibilizar recolhimento de ICMS pelos Estados

HLB BrazilNota

A Câmara dos Deputados aprovou recentemente projeto de lei complementar destinado ao recolhimento do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) pelos Estados. Sob o escrutínio da Comissão de Indústria, Comércio e Serviços da Câmara, o Projeto de Lei Complementar (PLP 257/23) foi avaliado de forma favorável, abrindo caminho para uma mudança significativa no panorama fiscal nacional.

ECD 2024: entrega deve ser realizada até o final de junho

HLB BrazilNota

Em 2024, a entrega da ECD referente ao ano calendário 2023, deve ser realizada até o último dia útil de junho, sendo obrigatória para todas as empresas e entidades jurídicas, inclusive aquelas com imunidade ou isenção fiscal, que se enquadram nos regimes de tributação de lucro real, lucro presumido ou lucro arbitrado.

Lei 14.754/23: novas regras para tributação de investimentos no exterior

HLB BrazilNota

A promulgação da Lei 14.754/23 tem sido objeto de considerável debate e análise dentro do cenário econômico e jurídico nacional, especialmente no que diz respeito à tributação da renda proveniente de investimentos realizados no exterior por pessoas físicas residentes no Brasil.

Atenção: empresas devem acessar relatório de transparência salarial a partir de 21 de março

HLB BrazilNota

A partir de 21 de março, uma nova obrigação entra em vigor para as 51.073 empresas que contam com 100 ou mais funcionários. Elas devem acessar o relatório de transparência salarial disponibilizado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) através do portal do Emprega Brasil. Este relatório, crucial para a promoção da igualdade salarial, será o único documento oficial reconhecido pelo MTE.